Museu Nacional terá programação do Cena Contemporânea

Foto: Mary Leal / Arquivo
Foto: Mary Leal / Arquivo

Evento pretende reunir diversos segmentos culturais para debater gestão cultural e intercâmbio artístico, a partir desta terça-feira (19)

BRASÍLIA (17/8/14) – O anexo do Museu Nacional da República será o palco das discussões propostas pelo “Encontros do Cena – Espaço Internacional de Intercâmbio Cultural e Artístico”. O evento acontecerá no Espaço Petrobras e tem como objetivo reunir, em Brasília, representantes de diversos segmentos culturais para debater a gestão cultural e o intercâmbio artístico. Para participar, os interessados deverão enviar um e-mail para cena2014oficinas@gmail.com e citar “inscrição encontros do cena” no campo “Assunto”.

 

Como parte da programação, em sua 15ª edição, de 19 a 31 de agosto, o Cena Contemporânea – Festival Internacional de Teatro de Brasília trará criadores da França, Espanha, Tailândia, Escócia e Argentina. Além de espetáculos do DF, também apresentará trabalhos de grupos de São Paulo, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul.

 

Este ano, o Encontros do Cena propõe a discussão de tópicos que possam contribuir para o desenvolvimento de propostas no campo das artes cênicas. O objetivo é encontrar formas para romper os paradigmas e impulsionar novas formas de produção e circulação do produto artístico.

 

No sábado (30), a mesa do debate “Novas oportunidades: traçando ideias” contará com a participação do subsecretário de Fomento, Leonardo Hernandes, e do subsecretário de Relação Institucional da Secretaria de Cultura, Reinaldo Gomes. Completam a mesa o diretor do Festival Internacional de Artes Cênicas (Fiac) da Bahia, Felipe de Assis, e a diretora do Tempo_Festival, Márcia Dias.

 

FESTA E MODA– Além de fóruns de discussões, o espaço receberá, na terça-feira (19), o Criolina Champagne, festa que comemora a 15ª edição do festival e marca a abertura do ponto de encontro. A partir das 22h, o público poderá conferir os Djs Barata, Oops e Pezão. A classificação indicativa é 18 anos e a lotação do espaço é limitada a 150 pessoas.

 

O Museu da República também recebe um dos mais importantes nomes da moda brasileira, o estilista Fause Haten. Com desfiles que ganham ares de performance urbana, Haten promete explorar em seu debate a relação entre criação artística e moda.

 

CENA– Em 13 dias serão 23 espetáculos, além de apresentações musicais, oficinas, debates e várias atividades. Este ano, a organização do festival aposta em jovens criadores e no debate de temas que questionam identidade, envelhecimento e utopia.

 

(A.F/J.S*)

Da Secretaria de Cultura

Fonte: GDF.GOV

Leave a Response