Governo estuda plano de R$ 100 bilhões para acelerar banda larga

Com o novo modelo, pacotes como o de 10 Mbps poderiam saltar para 100 Mpbs mantendo-se precificação
Com o novo modelo, pacotes como o de 10 Mbps poderiam saltar para 100 Mpbs mantendo-se precificação

São Paulo – O governo planeja um pacote de investimentos que pode retirar a banda larga utilizada no Brasil da estagnação e colocá-la ao lado das melhores do mundo.

No total, seriam investidos cerca de 100 bilhões de reais para a troca da atual rede composta, em sua maioria, por fios de cobre por cabos de fibra óptica, capazes de multiplicar em até dez vezes a velocidade da banda. As informações são do jornal Folha de S.Paulo desta quarta-feira (6).

Com o novo modelo, pacotes atuais como o de 10 Mbps poderiam saltar para 100 Mpbs mantendo-se o padrão de precificação.

O governo estuda dois modelos para a implantação do plano: uma parceria público-privada ou a doação do espólio da Telebrás às teles em troca de investimentos. O espólio da Telebrás é estimado em 17,5 bilhões de reais. Nesse caso, o governo acabaria com as concessões da telefonia fixa e as teles teriam liberdade para fixarem os preços.

O primeiro modelo agrada a maior parte dos agentes envolvidos.

O plano se baseia em um estudo Banco Mundial e de auditorias que afirmam que a cada 10% de crescimento no número de conexões, 1,3% é acrescentado ao PIB do país.

Hoje, o governo estimula o acesso à internet por meio do Plano Nacional de Banda Larga. Segundo a Telebrás, mais de 1 milhão de conexões já foram ativadas por meio dele.

 

Fonte: INFO

 

Leave a Response