Urnas mostram que Dilma venceu em municípios com menos Bolsa Família

O segundo turno das eleições mostra que a presidente Dilma Rousseff venceu principalmente nos municípios onde não há grande percentual de beneficiados pelos Bolsa Família. A realidade contraria a farsa propagada pela direita preconceituosa, principalmente nas redes sociais.

Das 3.773 cidades com menos da metade da população beneficiária do Bolsa Família, Dilma recebeu 10,2 milhões de votos a mais no segundo turno. - Ichiro Guerra
Das 3.773 cidades com menos da metade da população beneficiária do Bolsa Família, Dilma recebeu 10,2 milhões de votos a mais no segundo turno. – Ichiro Guerra

Os votos aumentaram, do primeiro para o segundo turno, nas cidades onde o Bolsa Família beneficia menos de 25% da população. Esses locais representam 7,3 milhões dos 11,2 milhões de votos a mais que a presidente teve na etapa final.

Dilma subiu ainda entre os eleitores das mil cidades onde menos de 13% da população recebe o Bolsa Família. Esses municípios compreendem 42% do eleitorado brasileiro.

Nos dois turnos, a presidenta cresceu mais de 10,1 pontos percentuais, o que corresponde a 4,8 milhões de votos, quase metade de toda a votação na etapa final. Enquanto isso, o crescimento de Dilma nos mil municípios com mais beneficiários foi menor do primeiro para o segundo turno. O ganho de votos nessas cidades passou de 486 mil.

Outro motivo para a vitória de Dilma está no resultado das urnas das 3.773 cidades com menos da metade da população beneficiária do Bolsa Família, onde Dilma recebeu 10,2 milhões de votos a mais no segundo turno.

Fonte: Agência PT de Notícias / Vermelho

Leave a Response