Assentamento no Paranoá receberá 8 mil mudas de árvores nativas

Serão plantadas hortaliças, árvores frutíferas e outras, nativas do cerrado

ecee973ed9dc4de29d16eaf4df915366_XL

BRASÍLIA (25/12/2013) – Serão disponibilizadas pela Secretaria de Agricultura, até o fim do ano, cerca de 8 mil mudas de plantas nativas do cerrado ao projeto “Agrofloresta–Uma Questão Socioambiental”, desenvolvido pelos trabalhadores rurais do assentamento Três Conquistas, no Paranoá.

Os assentados também receberão placas de madeira para a identificação das espécies fornecidas, capacitação para produzir, além de serem implantados 18 hectares de sistema agroflorestal nas áreas de reserva legal das unidades.

“O apoio do GDF foi decisivo para a aprovação e implantação do projeto, que vai transformar a vida das famílias e permitir que a produção tenha diversidade, com o exercício do compromisso e respeito pelo meio ambiente”, destacou a coordenadora do projeto, Ceiça Santos.

Em janeiro de 2014 serão fornecidas mais 8 mil mudas e até dezembro do próximo ano, mais 16 mil. No total, o projeto receberá 32 mil mudas de árvores nativas do cerrado.

PROJETO – O projeto agroflorestal incluirá, além do estímulo e da capacitação para o cultivo agroecológico, a criação da cultura e de valores ambientais para a atual e as futuras gerações do assentamento Três Conquistas.

Está previsto o plantio de hortaliças, árvores frutíferas – como bananeiras e pés de maracujá, e árvores nativas do cerrado como ipê, jatobá e aroeira. A previsão é que a primeira colheita do projeto seja realizada em janeiro de 2014, com as hortaliças.

Serão plantadas 132 espécies nativas do cerrado, em 77 módulos de 1.188 m² cada. A implantação dos módulos teve in[icio em novembro deste ano e vai beneficiar, inicialmente, mais de 20 famílias de trabalhadores rurais.

(A.C/J.S*)

 

Fonte: df.gov.br

Leave a Response