Ministério Público do DF contesta candidatura de Arruda

Sem títuloAlém da candidatura do ex-governador, outras dez também foram contestadas

Por Redação

O Ministério Público Eleitoral do Distrito Federal impugnou nesta quarta-feira (16) a candidatura de José Roberto Arruda (PR) ao governo do Distrito Federal. Outras dez candidaturas também foram contestadas, todas com base na Lei da Ficha Limpa.

O procurador regional, Elton Ghersel, argumenta que Arruda foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDF), numa decisão colegiada no processo que ficou conhecido como o “mensalão do DEM”, caso de compra de apoio político em sua gestão.

Em sua defesa, Arruda disse que o registro de sua candidatura aconteceu antes de sua condenação, tese que foi derrubada por Ghersel. De acordo com o procurador regional, existem dispositivos legais que permitem o cancelamento do registro. O procurador também acrescentou que, caso venha a ser eleito, Arruda não será diplomado e a eleição será anulada, de acordo com o art. 224 do código eleitoral.

Fonte: revistaforum

Leave a Response