Pontos turísticos de Brasília terão horário especial durante a Copa do Mundo

Foto:Ichiro Guerra PR/Arquivo
Foto:Ichiro Guerra PR/Arquivo

Palácio do Jaburu, residência oficial do vice-presidente da República, abre pela primeira vez para visitação

BRASÍLIA (10/6/14) – Assistir aos jogos da Copa do Mundo em um dos maiores estádios do país é apenas o ponto de partida para os turistas que vierem a Brasília. A cidade está pronta para oferecer aos visitantes amplos roteiros cívico e cultural. Todos os pontos turísticos da cidade funcionarão em horário especial para melhor atender aos turistas cujo número, de acordo com levantamento da Secretaria de Turismo, deve chegar a 490 mil no período.

 

“Todos os monumentos de Brasília estarão abertos na Copa do Mundo, inclusive, nos dias de jogos do Brasil. Tenho certeza que o torcedor sairá com a melhor imagem possível, pois preparamos a cidade e fizemos melhorias para a população do DF. Há uma máxima do turismo segundo a qual cidade boa para o visitante é aquela que é boa para o morador, este é o caso de Brasília”, disse o secretário de Turismo do DF, Luis Otávio Neves.

 

As opções variam de monumentos projetados pelo consagrado arquiteto Oscar Niemeyer a espaços culturais com exposições e mostra de filmes, além da beleza dos espaços abertos, como os parques ecológicos. Considerados os maiores cartões postais de Brasília, a Catedral, a Esplanada dos Ministérios, o Congresso Nacional, a Praça dos Três Poderes, os palácios do Planalto e da Alvorada e os prédios dos Tribunais Superiores fazem parte do circuito cívico.

 

A novidade é que, durante esse período, o Palácio do Jaburu, residência oficial do vice-presidente da República, abrirá suas portas para visitação pela primeira vez. O espaço, também traçado por Oscar Niemeyer e com o paisagismo de Burle Marx, se diferencia por ser projetado exclusivamente para moradia, ao contrário das demais obras do arquiteto.

 

Outro atrativo é a visão privilegiada do mirante da Torre de TV e sua tradicional feira de artesanato. O local, na região central de Brasília, foi completamente reformado. As obras incluíram a troca de elevadores, reparos nos pisos do térreo, além da construção de um café com vista panorâmica no mezanino, que também ganhou um Centro de Atendimento ao Turista e uma área exclusiva para exposições.

 

O Memorial JK, onde estão os restos mortais do ex-presidente Juscelino Kubitschek, e o Catetinho, antiga residência oficial do fundador da capital, são as opções ideais para conhecer um pouco da história de Brasília. Outro local que é uma espécie de “túnel do tempo” é o Museu Vivo da Memória Candanga, que reúne peças e fotos da Cidade Livre, que era uma área destinada exclusivamente ao comércio na época da construção da nova capital.

 

Um ótimo passeio para crianças e adolescentes – mas é claro que os pais também curtirão muito – é uma visita ao Planetário de Brasília, reinaugurado no final do ano passado após 16 anos de portas fechadas. O monumento passou por uma reforma que implantou tecnologia de ponta, ao mesmo tempo em que resgatou parte do antigo projetor. O local tem potencial para projetar shows de imagens com perspectivas tridimensionais e imersivas.

 

O lado espiritual também tem seu espaço na capital federal. O centro ecumênico Templo da Legião da Boa Vontade (LBV), conhecido como templo da paz, na Asa Sul, tem construção formada por uma nave principal e uma pirâmide de sete faces. Em seu ápice, há um cristal de 40 cm de altura e 21 kg. Os visitantes acreditam que ele traz energia positiva ao ambiente. A filosofia do local é acolher povos de todas as religiões, etnias, culturas e filosofias de vida.

 

Quem passar pelo local pode fazer o caminho da peregrinação, em espiral, desenhada no piso com pedras negras, para um ritual de purificação. Outras atrações são a sala egípcia, a ala dos estudantes com biblioteca e o programa “Internet Para Todos”, a galeria de arte e a fonte de água energizada, além de café, livraria, lanchonete e restaurante.

 

Para aqueles que curtem atrações culturais, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) é a opção mais indicada. Exposições, peças teatrais, shows e filmes são a especialidade do espaço, que recebeu, apenas em 2013, 1,4 milhão de visitantes e foi considerado o segundo museu mais visitado do Brasil e o 43º do mundo. O Cine Brasília, cinema mais antigo da cidade com 1,2 mil assentos, terá programação especial para a Copa do Mundo.

 

O roteiro cultural inclui, ainda, a Biblioteca Nacional e o Museu Nacional, que oferecem exposições itinerantes de artistas renomados. Já no Memorial dos Povos Indígenas, é possível ver, entre outras preciosidades, a coleção de peças indígenas do ex-senador e antropólogo Darcy Ribeiro, adquiridas durante suas viagens à Amazônia e em outras expedições pelo país.

 

SINALIZAÇÃO – Para facilitar a localização dos visitantes, o GDF conta com uma sinalização turística. Serão 1.219 placas próximo aos monumentos, divididas entre indicativas (para localização), em inglês e português – e explicativas, em inglês, português e espanhol.

Ailane Silva, da Agência Brasília

Fonte: GDF.GOV

Leave a Response