Quatro unidades de internação do DF participarão do Encceja

Foto:Hmenon Oliveira/Arquivo
Foto:Hmenon Oliveira/Arquivo

Cerca de 400 adolescentes e jovens farão o exame de certificação de competências nesta terça-feira (29)

BRASÍLIA (28/7/14) – Adolescentes e jovens do sistema socioeducativo do Distrito Federal farão nesta terça-feira (29) o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). As provas serão aplicadas nas Unidades de Internação do Recanto das Emas, Planaltina, São Sebastião e Santa Maria. Este ano cerca de 400 adolescentes se inscreveram no exame, o maior número de inscritos desde 2012. As provas acontecerão em dois turnos: de 8h as 12h e, também pela tarde, de 14h as 19h.

 

Na avaliação da secretária da Criança, Eliane Cruz, o Encceja é uma excelente oportunidade para os internos acima de 15 anos que ainda não concluíram o ensino fundamental. “É um grande estímulo para eles, que podem avançar nos estudos mais rapidamente ao demonstrarem que detêm os conhecimentos, competências e habilidades adquiridas no processo escolar dentro das unidades de internação”, concluiu.

 

As avaliações são realizadas em dois turnos. Pela manhã, os jovens farão as provas de ciências naturais, história e geografia. E pela tarde, os testes de linguagens, matemática e redação.

 

INCLUSÃO – Os jovens quem cumprem medidas socioeducativas recebem aulas diariamente dentro das unidades de internação, ministradas por professores da Secretaria de Educação, com conteúdos preestabelecidos de acordo com a série. Ao final do curso, seja ele ensino fundamental ou médio, o adolescente recebe certificado em nome da escola pública local.

 

Além do Encceja, os socioeducandos também participam anualmente das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem); vestibulares da Universidade de Brasília; do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade); além do Instituto Federal de Brasília, entre outras.

 

ENCCEJA – O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos é cosntituído de uma avaliação para aferir competências, habilidades e saberes adquiridos no processo escolar ou nos processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais, entre outros.

 

A participação no Encceja é voluntária e gratuita, destinada aos jovens e adultos residentes no Brasil e no exterior que não tiveram oportunidade de concluir os estudos na idade própria.

 

(J.P/J.S*)

Da Redação, com informações da Secretaria da Criança

Fonte: GDF.GOV

Leave a Response