Sobradinho ganha a segunda maior UPA do Brasil

Foto:Renato Araújo/SES
Foto:Renato Araújo/SES

A Unidade que já está em fase de teste atendeu no primeiro dia 150 pessoas

 BRASÍLIA (10/9/14) – A segunda maior Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Brasil será inaugurada nesta quinta-feira (11), às 14h. A área de 2,5 mil m², localizada em Sobradinho, recebeu investimento de R$ 9,7 milhões e tem capacidade para atender diariamente até 350 pessoas da comunidade, Fercal e imediações.

 

A unidade dispõe de consultórios, quatro boxes onde pacientes receberão atendimento pré-hospitalar, 10 leitos adultos e 10 pediátricos, quatro leitos da sala vermelha e 10 da amarela, 10 leitos de nebulização e 10 de medicação, além de laboratório, farmácia, brinquedoteca e salas de exames de raio X e eletrocardiografia. Apesar de a inauguração oficial só acontecer amanhã (11), o local já funciona em fase de teste desde o início da semana.

 

“Decidimos atender antes da data inauguração para já ir informando aos usuários sobre a novidade. A cada meia hora, nós buscamos os pacientes do Hospital de Sobradinho classificados com as cores azul e verde (de menor gravidade) para serem atendidos aqui na unidade e desafogar a porta da emergência”, explicou a supervisora de enfermagem da UPA, Kelly Loureiro.

 

O balanço do primeiro dia de funcionamento da UPA foi de 150 atendimentos, e, já nos primeiros minutos, os profissionais da Sala Vermelha conseguiram salvar a vida de um adolescente, o que reforça a necessidade desse serviço público na região.

 

“Em menos de meia hora de funcionamento, um adolescente de 15 anos com problemas cardíacos congênitos deu entrada aqui na UPA. Quando chegou já estava com infarto. Fizemos as medicações anticoagulantes e transferimos para o Hospital de Sobradinho. Se ele não tivesse esse primeiro atendimento, teria ido a óbito”, lembrou a gerente de enfermagem da UPA de Sobradinho, Juliana Gabriela Silveira.

 

Wilson Ribeiro, de 62 anos, é morador de Planaltina de Goiás e conseguiu realizar todos os procedimentos em menos de uma hora. Ele aprovou o atendimento da nova unidade de saúde do Distrito Federal.

 

“Senti muita dor no estômago e fui até o hospital regional. A equipe da UPA me trouxe de carro até aqui e já fiz radiografia e tomei medicação. Agora vou retornar ao médico para ele dizer o que tenho. Foi rapidinho, não tem nem uma hora que cheguei”, disse.

 

Sentindo dor de dente há vários dias, Jéssica dos Santos viu a movimentação na UPA e resolveu procurar o serviço odontológico de emergência.

 

“Eu moro aqui pertinho e vi que já estava funcionando. Liguei para o 160 e eles me informaram que para receber o atendimento odontológico eu precisava levar o cartão do SUS e a minha identidade. Cheguei há pouco tempo e já serei atendida pelo dentista”, aprovou.

 

A unidade conta com uma equipe composta por 36 médicos na especialidade de Clínica Médica, três dentistas, três técnicos de Higiene Bucal, 77 técnicos de enfermagem, 27 enfermeiros, cinco nutricionistas, um assistente social, 23 técnicos administrativos, 15 motoristas, dois farmacêuticos, sete bioquímicos, 12 técnicos de laboratório e 13 técnicos de radiologia.

 

PEDIATRIA – As crianças que precisarem de atendimento serão acolhidas por técnicos de enfermagem durante 24h. Aquelas classificadas com as cores vermelha, laranja e amarela receberão os primeiros atendimentos na unidade e serão transportadas para o hospital de referência da cidade, acompanhadas por um profissional da enfermagem.

 

“A criança receberá o primeiro atendimento aqui na UPA, e o seu cadastro estará disponível no sistema. Ela será transportada e acompanhada por um dos nossos profissionais em uma ambulância até o hospital regional que vai atender o paciente conforme a ordem de prioridade, sem a necessidade de passar novamente pelo guichê”, explicou Kelly.

 

As crianças com a classificação azul e verde serão encaminhadas para uma Unidade Básica de Saúde como as Clínicas da Família, centros de saúde e as equipes Estratégia Saúde da Família, que contam com profissionais de saúde aptos para atender pacientes de qualquer idade, inclusive crianças.

 

“Conforme a Portaria nº 342, do Ministério da Saúde, a UPA terá acolhimento infantil durante 24h. Conforme for a classificação de risco, a criança terá encaminhamento seguro, quando necessário, para o Hospital Regional de Sobradinho e para a Atenção Básica. Essa é a orientação até que seja resolvida a recomendação do Ministério Público do DF sobre a lotação de pediatras para a otimização das escalas hospitalares”, informou a coordenadora técnica das UPAs do DF, Cristhiane de Aguiar.

 

MAIS UPAS – Além dessas seis UPAS em funcionamento no DF, há previsão de abertura de mais nove nas seguintes cidades: Gama, Ceilândia (QNR), Planaltina, Taguatinga, Plano Piloto, Estrutural, Brazlândia, Itapoã e Santa Maria.

 

SERVIÇO

INAUGURAÇÃO DA UPA DE SOBRADINHO

Data: 11 de setembro de 2014

Horário: 14h

Local: DF-420, km 2 – Setor de Mansões

 

(M.D.*)

Da Secretaria de Saúde

 Fonte: GDF.GOV

Leave a Response