Trabalhador será indenizado por ter sido ofendido durante ligação

635B0C38163C8BB05F473E4E22E596F7729E_telefone

Homem ouviu de promotora: “vai se fuder meu irmão”.

Um empregado de uma empresa de cobrança será indenizado em R$ 40 mil por danos morais por ter sido ofendido durante uma ligação, por uma promotora de vendas de instituição financeira. O juiz do Trabalho substituto Josley Soares Costa, da 2ª vara de SP, entendeu que dimensão da ofensa ficou demonstrada na transcrição da ligação telefônica.

O trabalhador atendeu à ligação da promotora, que queria informações sobre um financiamento. Como não tinha todas as informações que a promotora queria foi ofendido. De acordo com os autos, ela teria dito “vai se fuder meu irmão” e após o trabalhador ter dito boa tarde ela respondeu “pra você também seu bicha”.

Para o magistrado, competia às reclamadas – já que inseridas no contexto de uma terceirização lícita – oferecer à parte autora ambiente de trabalho “sadio, hígido e seguro”.

Tanto à empresa de cobrança quando a instituição financeira foram condenados solidariamente ao pagamento da indenização.

  • Processo: 001833-39.2011.5.02.0082

Fonte: migalhas

Leave a Response