Servidores públicos do DF: CLDF promove Audiência Pública na quinta-feira (6), às 14h

Fonte: Secretaria de Comunicação da CUT Brasília | Foto: Divulgação
Fonte: Secretaria de Comunicação da CUT Brasília | Foto: Divulgação

 

Na manhã desta segunda-feira (3), na sede da Central Única dos Trabalhadores – CUT Brasília, representantes de diversos sindicatos participantes do Fórum em Defesa dos Servidores Públicos do Distrito Federal receberam o presidente da Câmara Legislativa do DF, deputado Patrício (PT), para uma reunião.

Cada representante falou sobre as dificuldades em tratar com o governo as demandas e expectativas das categorias.

Para o Fórum, o governo não disse ainda qual é a política para os servidores, pois tudo o que foi apresentado até agora é a retirada de direitos e conquistas.

“Não há uma relação com o governo. Há distanciamento. As reuniões aconteciam, mas as negociações não avançavam”, disse o representante do Sinpro-DF, Cleber Soares.

É consenso no Fórum que o governo defina prioridades, e que elas sejam diferentes das dos governos anteriores. “O orçamento para o ano que vem não propõe reajustes, o que empurra as categorias a novas greves. A forma de se relacionar com as categorias precisa mudar. O servidor deve ser prioridade”, disseram.

Os integrantes do Fórum também questionaram o fato de o GDF utilizar-se da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para barrar reajustes. “Além de não sabermos se isso realmente é verdade, pois até agora nenhum órgão do governo apresentou documentos referentes ao limite prudencial da LRF,fica uma pergunta: por que o governo não encaminha, então, as pautas não financeiras?”.

O deputado Patrício disse que a relação entre o GDF e os movimentos sindical e social não é fácil. O parlamentar reforçou que os trabalhadores devem se organizar, “ir às ruas, ao enfrentamento”. Segundo ele, “governo é governo, trabalhador é trabalhador. Lá [referindo-se ao Buriti], sem olhar as cores partidárias, está o gestor público e aqui estão os servidores”.

O presidente da CLDF disse ainda que está à disposição dos trabalhadores e enfatizou a realização de Audiência Pública, na próxima quinta-feira (6), às 14h, na Câmara Legislativa. Intitulada “Perspectivas de políticas para os servidores do GDF”, a audiência deve contar com a presença dos secretários de Administração, de Planejamento e de Governo do GDF, todos convidados pelo deputado Patrício. Na ocasião também serão discutidos os projetos de lei que reestruturam as carreiras e concedem reajuste salarial aos servidores.

Participaram na reunião de hoje representantes do Sindpen-DF, Sinpro-DF, Sindetran, SAE-DF, Sindsasc, Sindireta e Sindser-DF.

Secretaria de Comunicação da CUT Brasília

Leave a Response