Professor do RS constrói canal que leva água a mil pessoas na África

Sílvio Costa se surpreendeu com realidade de miséria de tribo no Senegal.
Professor ainda criou campanha para arrecadar fundos para finalizar canal.

100f4f60a6756f697c8834a8897a425eecffdda7

O sonho do professor gaúcho Silvio Costa era ensinar música para crianças na África e levar um pouco de alegria a um povo sofrido. Ao chegar ao Senegal para realizar o sonho, entretanto, se deparou com uma realidade completamente diferente da qual estava acostumado na escola que leciona em Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Tudo o que os moradores queriam era ter água em casa, como mostra a reportagem do Teledomingo, da RBS TV.

Professor faz canal de água para mil pessoas no Senegal (Foto: Reprodução/RBS TV)Professor registrou em vídeo a construção do canal
(Foto: Reprodução/RBS TV)

Para obter água, mulheres e meninas de até 10 anos precisam caminham com baldes enormes na cabeça por quilômetros. Com o objetivo de ajudar a comunidade, o professor então pediu ajuda financeira a alguns amigos e, em menos de 30 dias, conseguiu fazer uma ligação de água que hoje atende mais de mil pessoas.

“Quando eu perguntava qual era o sonho deles, me diziam que era água. Todos ficaram muito felizes. Essa água vem de muito longe: quase 1 mil km. As próprias crianças ajudaram a cavar o buraco que faz a ligação”, conta.

Costa se surpreendeu com a recepção calorosa e animosidade do povo da tribo See Reer. Ele lembra que logo que chegou à comunidade, já percebeu o interesse pela música. Chegou por volta das 2h e pegou o violão. Logo os moradores pegaram seus instrumentos para tocar junto, até as 4h da madrugada.

Africa professor do RS água canal construção Sapucaia do Sul Rio Grande do Sul (Foto: Reprodução/RBS TV)Alimento dos moradores de tribu de Senegal
(Foto: Reprodução/RBS TV)

Entretanto, quando o dia amanhece, o que se percebe na comunidade é uma realidade dura e miserável. O principal alimento dos moradores é amendoim socado no pilão e folha de figueira brava misturado com água. A escola da tribo é feita toda com capim. “Elas escreviam numas tabuinhas pretas com giz. Depois apagavam com uma esponja e escreviam outra lição. Não tinham cadernos”, lamenta.

O número de beneficiados com o canal construído ainda é pequeno, já que sete mil habitantes vivem na comunidade. Entretanto, o professor já criou uma campanha para arrecadar fundos e promete voltar para finalizar o trabalho. “Se tem algo que eles me mostram foi que o amor e a fé superam tudo. Porque eles não têm nem comida, nem água, mas vivem sorrindo. Isso é ter muita fé”, se emociona.

Quem quiser ajudar nessa campanha pela água é só entrar em contato com a escola de música Silvio Costa, em Sapucaia do Sul. A gratidão do povo da See Reer Costa já garante a quem ajudar. “A palavra que mais se houve na tribo é ‘Djokandjau’ que significa muito obrigado”.

Africa professor do RS água canal construção Sapucaia do Sul Rio Grande do Sul (Foto: Reprodução/RBS TV)
Professor fez canal para levar água a famílias na África (Foto: Reprodução/RBS TV)
Fonte: g1.globo

 

Leave a Response